História

1996

A Gemini Sistemas foi criada a partir da parceria firmada entre três colegas de faculdade: Nilo, Márcio e Paulo. Neste ano a empresa iniciou o processo de desenvolvimento de um sistema para a rádio Itatiaia de Juiz de Fora.

1997

Com apenas um ano de existência, a empresa conquistou seu primeiro cliente de peso: em 1997, a Gemini Sistemas venceu licitação aberta pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), tornando-se a responsável pelo gerenciamento da rede lógica de comunicação e do site da instituição. No mesmo ano setor de desenvolvimento de softwares corporativos começou a implementar, em parceria com a FADEPE – fundação vinculada a UFJF -, a primeira versão do Master Manager, sistema voltado a otimização das rotinas administrativas de fundações.

1998

O Master Manager passou a controlar os processos de gestão de projetos da FADEPE. A instalação do software nesta fundação marcou a inserção do produto no mercado e o início de sua difusão pelo território nacional.

A partir do estabelecimento de parceria com a Serta Informática e a Unimed Tecnologia (Unintel), empresa do Grupo Unimed de São Paulo, a Gemini Sistemas desenvolveu o NetCard, software destinado ao controle de autorização de procedimentos e consultas em clínicas e laboratórios.

1999

A Gemini Sistemas deu mais um importante passo rumo a consolidação no mercado. Ao ingressar na Incubadora de Base Tecnológica do Centro Regional de Inovação e Transferencia de Tecnologia (Critt), órgão vinculado a UFJF. Nesse momento a empresa passou a contar com infra-estrutura e apoios importantes para seu desenvolvimento e começou a dar os primeiros passos para estruturação de atividades de P&D.

2000

A empresa celebrou um contrato de parceria com a Embrapa Gado de Leite. A Gemini Sistemas foi a selecionada pelo órgao público, referencia nacional em tecnologia de pecuária leiteira, para realizar a implementação de dois softwares: o SisLeite, destinado ao controle de custos de unidades de produção de leite, e o Sis1000, voltado ao monitoramento dos processos de produção de indústrias de laticínios. No mesmo ano a equipe de desenvolvimento web iniciou a implementação do portal PneumoAtual, revista eletrônica direcionada a comunidade médica, que é lida por mais de 6 mil médicos em todo o mundo.

2001

O estabelecimento de parceria com o Banco do Povo de Belo Horizonte representou nova diversificação do portfólio de soluções oferecidas pela Gemini Sistemas. Com o respaldo da entidade a empresa iniciou a implementação do MasterCred, software de gestão das operações financeiras realizadas por instituições de microcrédito.

2002

Avaliado pela FINEP – órgão vinculado ao Ministério da Ciencia e Tecnologia – como um projeto capaz de gerar impacto social, o software MasterCred recebeu aportes financeiros da entidade federal, para a implementação de novas ferramentas. O apoio concretizou-se por intermédio do edital CT-Info: FINEP 02/2002, que consistiu em uma chamada de nível nacional para fomento a projetos da área de Tecnologia da Informação, na qual o MasterCred foi selecionado dentre propostas apresentadas por todas as regioes do país.

2003

Com o término do projeto da FINEP, a Gemini Sistemas concluiu o processo de incubação e recebeu, do Critt, o título de empresa graduada.

2004

Em função dos serviços já prestados ao ramo, a Gemini Sistemas foi selecionada para implementar o LogLeite, software de otimização das rotas utilizadas pela cooperativa Castrolanda (PR) na coleta de leite. No desenvolvimento do projeto, a empresa integrou-se a uma equipe formada por pesquisadores da Embrapa Gado de Leite (MG) e da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (PR).

O serviço de desenvolvimento de softwares corporativos da Gemini Sistemas foi contratado pela empresa Bahamas Refeições e Convênios, para a implementação do Master Ticket, sistema de controle dos processos envolvidos na comercialização dos tickets alimentação emitidos pelo Bahamas, terceira maior rede de supermercados de Minas Gerais.

2005

Ao vencer edital de fomento aberto pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Gemini Sistemas recebeu novo respaldo de órgãos federais para a concretização de seus projetos. Desta vez, o software contemplado foi o Master Plan, sistema de gerenciamento de planos odontológicos.

2006

A Gemini Sistemas completou 10 anos, estabelecendo mais uma parceria com a Embrapa, dessa vez para o desenvolvimento do GisLeite, um sistema Web para controle da produção do leite.

2007

A Gemini conquista novos clientes e inicia uma importante parceria com a empresa Otimize Divulgação e Publicidade para o desenvolvimento de aplicações desktop voltadas para a área médica. Outro marco neste ano foi o aumento do espaço físico e a melhoria de infra-estrutura da empresa, possibilitando a ampliação da equipe de trabalho.

2008

O setor de desenvolvimento web da Gemini Sistemas inovou ao criar, além de sites e lojas virtuais, soluções em e-learning para realização de cursos, palestras e videoconferencias através de plataforma de Educação a Distância (EAD). A empresa lançou também a versão 3.0 do Sis1000 – Software de gestão de indústrias de laticínios -, que foi aperfeiçoado e passou a contar com o módulo de gestão financeira, realizando controle de contas a pagar e a receber.

No mesmo ano, em uma iniciativa inédita, a empresa criou o Mais Comunicador, mensageiro instantâneo empresarial que permite gerenciar o contato entre os usuários. Distribuído gratuitamente, o sistema já possui empresas usuárias em todo o Brasil e em Portugal.

2009

A Gemini Sistemas inicia o ano de 2009 com o lançamento de um novo recurso do Mais Comunicador. A Comunidade Mais, rede empresarial na web, tem como objetivo integrar as empresas usuárias do software e proporcionar oportunidades de negócios entre elas.

2010

Com o crescimento da Comunidade Mais e o sucesso na web, a Gemini inovou e lançou seu novo site, além dos sites de dois de seus produtos: Master Manager e MasterCred, e começou a oferecer o novo serviço de Consultoria em SEO